Campus reúne mais de 300 produtores rurais e pesquisadores durante Encontro Regional de Agroecologia das Matas de Minas

No dia 8 de junho, o Campus Rio Pomba tornou-se o centro de discussões sobre técnicas aplicadas à agricultura a partir de uma perspectiva ecológica. Mais de 300 produtores rurais, estudantes, professores e pesquisadores acompanharam as palestras que integraram a programação do Encontro Regional de Agroecologia das Matas de Minas, organizado pelo IF Sudeste MG, por meio dos Núcleos de Estudos em Agroecologia (NEAs), e a Emater MG. O evento fez parte das atividades desenvolvidas em comemoração à Semana do Alimento Orgânico em Rio Pomba.

O presidente da Associação Brasileira de Agroecologia e professor do Instituto Federal do Pará, Romier Sousa, ressaltou, em sua apresentação, que a agricultura industrializada não é sustentável e também não tem atendido ao propósito de acabar com a fome no mundo. “Ou a gente entende a lógica de como se produz ou perderemos os recursos naturais necessários para isto”. Ele explicou ainda que a transição agroecológica proporciona ao agricultor um melhor aproveitamento desses recursos e ainda faz com que ele tenha retorno financeiro durante todo o ano a partir de uma produção diversificada.

Parceria com Emater

Para o presidente da Emater, Glênio Martins, a empresa pública de incentivo às práticas agrícolas mudou seu foco nos últimos tempos. Ele lembrou que antes não se incentivava a produção com a preocupação de sustentabilidade. Mas a linha de pensamento passou a mudar a partir de 2016, quando os integrantes da Emater passaram a dar a atenção à agenda agroecológica. A partir daí, foram desenvolvidas ações multiplicadoras deste tipo de prática. Atualmente, a instituição assessora nos processos de certificações, promove feiras agroecológicas e busca a ampliação dos recursos financeiros do Pronaf/Agroecologia.

A representante dos NEAs do IF Sudeste MG, Juliana Calixto, reforçou a importância desta mudança de visão da Emater. “Esta articulação com a Emater é inédita. Antigamente, pregávamos questões opostas. Agora estamos na mesma linha”.

O reitor do IF Sudeste MG, Charles Okama, também reforçou a importância do apoio da Emater em ações como a do Encontro. “A missão do IF éenfrentar desafios. Para isto, precisamos intensificar as parcerias. É importante termos a Emater a nosso lado”.

NEAs

O IF Sudeste MG tem Núcleos de Estudos em Agroecologia (NEAs) em Rio Pomba e Muriaé. Em Rio Pomba, é coordenado pelos professores Carlos Miranda e Henri Cócaro, que desenvolvem ações junto a produtores rurais da região com o objetivo de defender a soberania e a a segurança alimentar, pautados nos princípios da agroecologia.

- Veja mais fotos do evento no álbum

Assessoria de Comunicação
Campus Rio Pomba
29/06/2018