Projeto trabalha ensino de português escrito como segunda língua para alunos surdos

O Núcleo de Ações Inclusivas (NAI) tem desenvolvido ações que buscam a integração dos estudantes surdos no ambiente escolar do Campus Rio Pomba. O mais recente é o projeto “Ensino de Português como segunda língua (L2)”. A proposta que tem como objetivo trabalhar o Português escrito com os alunos que usam Libras como primeira língua, facilitando a compreensão do conteúdo de sala de aula e dos livros não adaptados , aprimorando a escrita. O projeto é coordenado pela intérprete de Libras Graziela Cabral Santos e co-orientado pela coordenadora do NAI, Rosângela Cancela, e pela professora de Língua Portuguesa, Marcela Zambolim.

As primeiras atividades envolvem a avaliação do nível de conhecimento dos alunos surdos Eloar Martins Aguiar, Júnior César de Oliveira e Ivana Oliveira Netto em Português como segunda língua. Assim, serão identificadas as diferentes metodologias de ensino para compreensão e uso do português escrito. De acordo com o projeto, “Dessa forma, pretende-se eliminar barreiras de comunicação e informação, visando a garantir um estudo mais efetivo, em relação às disciplinas, bem como promover autonomia e segurança ao aluno em seus estudos individuais e no contexto da sala de aula”.

Libras ao seu alcance

Outra ação que tem ganhado espaço entre servidores e alunos ouvintes do Campus é o Grupo de Estudos “Libras ao seu alcance”. O projeto tem o objetivo de ampliar o conhecimento de Libras entre aqueles que frequentam a unidade, proporcionando melhorias na comunicação com os estudantes surdos. Os encontros acontecem às sextas-feiras, de 9h30min as 10h30min, no Laboratório de Física (ao lado da sede do NAI).

Assessoria de Comunicação
Campus Rio Pomba
Foto: Arquivo pessoal
14/06/2018