Calendário Acadêmico 2017

Projeto de Zootecnia visa redução de custos com vermifugação de ovelhas e carneiros

Um projeto de iniciação científica desenvolvido pela equipe do Departamento Acadêmico de Zootecnia do Campus Rio Pomba pretende baratear os custos com vermifugação de ovelhas e carneiros. A equipe, liderada pelo professor Estevão Marcondes Tosetto, está testando a eficiência do extrato seco da folha da planta Neem para tratar os animais doentes. “Caso fique comprovada a eficiência, o produtor poderá fabricar seu próprio vermífugo. Além da economia financeira, ele ainda terá outro benefício. Como o produto é fitoterápico, não deixará resíduos no animal”.

Desde setembro, um grupo de seis alunos dos cursos técnico e de graduação em Zootecnia se revezam com as atividades práticas. Diariamente, eles vão à propriedade rural Cabanha Rio Pomba, localizada no município de Tabuleiro (MG), para aplicar os testes nos animais. Trinta seis ovinos foram selecionados para participar do experimento, sendo divididos em três grupos. O primeiro está recebendo ração sem o acréscimo de Neem. O segundo recebe tratamento com 30 gramas do produto e o último, 90 gramas.

Para analisar a reação dos animais ao extrato da folha de Neem, os pesquisadores coletam frequentemente amostras de fezes e sangue. “Pelo sangue, a gente observa se os animais estão com anemia, que é uma indicação da contaminação por vermes. Já nas fezes, analisamos a quantidade de ovos de verme por grama”. A comparação dos dados obtidos nos exames de acordo com o tipo de tratamento deverá ser iniciada ainda este mês. Na próxima etapa, também serão feitos testes in vitro.

Método Famacha

Aproveitando as amostras, a equipe está fazendo também uma comparação dos resultados laboratoriais com os obtidos pelo método Famacha de identificação de anemia. Nesta técnica de uso comum dos produtores, são avaliadas as cores da mucosa dos olhos do animal com base em uma tabela de tons. Se a cor do tecido estiver tendente a branco, indica-se a possibilidade de existência de anemia, que pode ser provocada por vermes. “Porém, outros fatores podem interferir na cor da mucosa. Por isto, estamos fazendo a comparação com os exames laboratoriais”, explica Estevão.

 

Assessoria de Comunicação
Campus Rio Pomba
Fotos: Arquivo pessoal
02/12/2016